Imposto de Renda: Veja o que poderá ser deduzido no IRPF 2020

Publicado em: 28 de dezembro de 2019 | Categoria: Sem categoria

O que pode ser deduzido no imposto de renda 2020:

Despesas médicas

Enquadram-se nessa categoria as despesas relacionada aos pagamentos feitos para hospitalizações, consultas ou tratamentos médicos de qualquer especialidade. Ou seja, os gastos que você teve ao longo do ano com dentistas, psicólogos, terapias, exames laboratoriais e outros, podem ser deduzidos da sua declaração.

Os comprovantes de pagamento devem ser emitidos por um médico, laboratório ou hospital e deve constar o serviço médico prestado. Importante que esse comprovante seja idôneo!

As despesas médica, quando não ocorrerem em nome do contribuinte, precisam ser em nome de dependentes declarados ou alimentandos (desde que previstos em ordem judicial).

Por exemplo: mesmo que o contribuinte tenha tido um gasto médico alto com o cônjuge, mas o cônjuge não é dependente na declaração, essa despesa não poderá ser declarada.

Atenção: especulam-se mudanças dessa categoria.

Instrução

Ou como conhecida popularmente: gastos com educação. Esses gastos consistem no pagamento de estabelecimentos de ensino, que podem ser:

As despesas com instrução, limitam-se ao pagamento de mensalidades ou anuidades. Os gastos provenientes aos materiais didáticos e compra de uniformes não são considerados. Legal saber que as deduções dessa categoria vão até R$ 3.561,50 apenas.

Previdência

Os pagamentos feitos para a previdência, ou o recolhimento do contribuinte autônomo são dedutíveis também. Bem como gastos com previdência privada de dependentes ou do próprio contribuinte.

Dependentes

Consideram-se dependentes para efeito de imposto de renda:

Para essa categoria estabeleceu-se o valor máximo de R$ 2.275,08 por dependente, quaisquer valores a mais não serão considerados.

Rendimentos de aluguéis

Nesses casos, tantos devem ser declarados os valores pagos quanto os valores recebidos. Caso você seja um locatário, deve declarar qual o valor gasto no último exercício e para quem esse valor foi pago.

Entretanto, se você for o locador, deverá informar para a receita que recebeu a quantia no último exercício e informar quem fez o pagamento.

Pensão Alimentícia

As pensões alimentícias pagas, são dedutíveis apenas se forem por determinação judicial. Ou seja, valores pagos por mera liberalidade – ou aquelas combinadas “de boca”, não podem se deduzidas por não terem previsão legal.

Os casos sobre pensão, devem ser declarados não só por quem paga, mas também por quem recebe.

Livro-caixa

Os profissionais autônomos, que devem estar bem acostumados com esse termo, podem deduzir as despesas relacionadas à atividade profissional, desde que elas constem no livro-caixa. Por exemplo: gastos com o aluguel do escritório, constas de consumo como água, líz, material de trabalho.

Quem trabalha em casa pode deduzir até um quinto de todos os gastos relacionados à manutenção da residência, incluindo IPTU e as taxas de condomínio. Somente não são dedutíveis despesas com reparos, conservação e recuperação do imóvel.

Notícias Empresariais

CADÚNICO - Cadastro Único: Descubra se você já tem o cadastro para receber o Auxílio Emergencial

03/04/2020

O governo anunciou que deve pagar um auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais, desempregados e MEIs inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) do Ministério da Cidadania. Cadastro Único é um instrumento...

leia na integra

CONGRESSO - LGPD: Lei Geral de Proteção de Dados pode ser prorrogada

03/04/2020

Os poderes Judiciário e Legislativo se uniram para montar um projeto de lei que suspende inúmeras regras e determinações até o fim de 2020, entre elas a LGPD - Lei Geral de Proteção de Dados. A LGPD...

leia na integra

IMPOSTO DE RENDA - Receita adia pagamento da primeira cota para junho

03/04/2020

A Receita Federal adiou a data de pagamento da primeira cota do Imposto de Renda da Pessoa Física e retirou a exigência de informar o número do recibo de entrega da última declaração. As medidas são...

leia na integra

IRPF - MEI: saiba como declarar o Imposto de Renda

03/04/2020

Neste ano, o número de cadastros de Microempreendedores Individuais (MEI) no Brasil ultrapassou a marca de 9 milhões, segundo o Portal do Empreendedor do Governo Federal, programa que incentiva a formalização de...

leia na integra

IR 2020 - Imposto de Renda poderá ser entregue até 30 de junho

02/04/2020

Cerca de 32 milhões de pessoas físicas ganharam mais dois meses para entregarem a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física. O prazo, que acabaria em 30 de abril, foi estendido para 30 de junho, anunciou há...

leia na integra

Obrigado pela visita!

Copyright (c) 2017 - Todos os Direitos Reservados -