TRABALHISTA – Jornada de Trabalho: Conheça os tipos de escalas permitidos pela CLT

Publicado em: 29 de outubro de 2020 | Categoria: Sem categoria

O colaborador de uma empresa precisa entender como funciona o seu trabalho e, principalmente, os seus horários para garantir o cumprimento de seus direitos.

Seja na empresa, em atividades externas ou home office, é importante estar de acordo com a legislação que prevê os horários do trabalhador, que podemos considerar como o tempo que é destinado ao desempenho de suas funções.

A Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) destaca principalmente a jornada de trabalho de 44 horas semanais que é divididas em cinco dias de trabalho.

Também está previsto dois dias de folga que tradicionalmente é realizado aos  finais de semana.

No entanto, vale ressaltar que existem outras possibilidades, sendo assim, a empresa tem a opção de fazer o revezamento de funcionários de acordo com a necessidade por meio de escalas durante os principais horários do turno.

Dentre elas temos atualmente:

Jornada 5×1: corresponde a cinco dias trabalhados e uma folga. O turno de trabalho dura 7 horas e 20 minutos;

Jornada 5×2: onde há dois dias de folga para cada cinco dias trabalhados. Por sua vez, o trabalho realizado em feriados ou no domingo, devem ser pagos em dobro;

Jornada 4×2: onde o trabalhador atua por quatro dias consecutivos em turnos de 11 horas e tem dois dias de folga;

Jornada 6×1: o empregado trabalha seis dias na semana e descansará apenas um, sendo importante seguir as determinações dos acordos coletivos ou sindicais;

Jornada 12×36: estabelecida em lugares que precisam de garantir a o apoio de funcionários. Assim é trabalhado 12 horas consecutivas e o descanso será de 36 horas;

Jornada 12 x 48: onde o funcionário tem direito a 48 horas de repouso, após 12 horas trabalhadas.

Outras Jornadas de Trabalho

Também é importante destacar que existem outros tipos de jornadas, como o trabalho que é feito no período noturno.

Segundo a CLT, neste caso está previsto o trabalho realizado “no horário das 22 hora de um dia e às 5 horas do dia seguinte”.

Sendo assim, o salário será calculado de acordo com a hora especial que neste caso é de 52 minutos e 30 segundos, devendo ser pago o adicional noturno conforme prevê a lei.

Há ainda a jornada de trabalho parcial que possui 30 horas semanais, mas sem a possibilidade de horas extras e 26 horas semanais, com até seis horas adicionais semanais.

Sendo assim, a remuneração será proporcional.

Neste caso, deve ser registrada por meio de negociação coletiva.

Devemos ressaltar ainda a jornada de trabalho intermitente, onde a prestação de serviços “não é contínua, ocorrendo com alternância de períodos de prestação de serviços e de inatividade”.

Se trata de um trabalho conhecido como trabalho informal, por ser de curto prazo e o pagamento da remuneração à vista.

Esse tipo de jornada passou a ser formalizado após a Reforma Trabalhista, sendo assim, o salário deverá ser determinado em acordo e ao valor da hora de trabalho não pode ser inferior ao valor do horário referente ao salário mínimo  ou ao valor que é pago aos demais funcionários que desempenham a mesma função na empresa.

A última jornada destaca neste artigo, é uma das novidades que têm sido implementadas principalmente durante a pandemia: a jornada de teletrabalho ou home office.

Esta modalidade teve mudanças com a Reforma Trabalhista, pois, antes os profissionais possuíam todos os direitos previstos pela CLT, porém, não está sujeito ao controle de jornada e consequentemente, o pagamento de horas extras.

A remuneração também não leva em consideração as horas trabalhadas, e sim a produtividade.

Mas vale ressaltar que permanecem mantidos todos os benefícios comuns ao trabalhador, dentre eles, o 13º salário pago anualmente, as férias, aviso prévio e licença maternidade ou paternidade.

Todos esses permanecem previstos pela CLT.

Intervalos na jornada de trabalho

É importante ressaltar que além da carga horária dos colaboradores, devem ser observados os intervalos.

Eles podem ser de dois tipos:

Notícias Empresariais

OPORTUNIDADE - Hora de transformar o seu escritório contábil

13/04/2021

Pare de brigar por preço e de perder tempo e produtividade. Aproveite a grande oportunidade que a declaração do IRPF oferece para o seu negócio!   A Receita já recebeu cerca de 9.715.285 declarações...

leia na integra

BEM - Benefício Emergencial: Veja como emitir o informe de rendimentos

13/04/2021

Trabalhadores já podem emitir o informe de rendimentos do Benefício Emergencial (BEm), referente ao ano-base 2020. O documento é voltado para os trabalhadores que receberam o BEm no ano passado e que estão obrigados a apresentar...

leia na integra

ECONOMIA - Dólar sobe para R$ 5,72 e fecha no maior valor em duas semanas

13/04/2021

Influenciado pelo exterior e por tensões no mercado interno, o dólar voltou a superar a barreira de R$ 5,70 e fechou no maior valor em duas semanas. A bolsa de valores resistiu às pressões externas e subiu quase 1% em um dia...

leia na integra

ECONOMIA - Comércio varejista cresce 0,6% em fevereiro, diz IBGE

13/04/2021

O volume de vendas do comércio varejista cresceu 0,6% na passagem de janeiro para fevereiro. Segundo dados divulgados hoje (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a alta veio depois da queda de 0,2% na passagem...

leia na integra

DINHEIRO - Open Banking: quão próximos estamos dessa realidade no Brasil

12/04/2021

Open Banking, na tradução literal do inglês, significa "Banco Aberto", também denominado Sistema Financeiro Aberto. Do ponto de vista do consumidor, funciona como uma rede de dados entre as instituições financeiras,...

leia na integra

Obrigado pela visita!

Copyright (c) 2017 - Todos os Direitos Reservados -