MEI: microempreendedores devem contribuir para o INSS?

Publicado em: 14 de outubro de 2021 | Categoria: Sem categoria

Os MEIs podem contribuir para a Previdência Social e assegurar diversas assistências previdenciárias que são disponibilizadas para aqueles que realizam os pagamentos mensais das contribuições exigidas pelo INSS.

Normalmente, os trabalhadores da modalidade CLT já efetuam esses pagamentos a automaticamente, isso ocorre por os valores serem deduzidos diretamente do salário bruto pago pelo empregador, por isso muitos MEIs ficam na dúvida na hora de contribuir.

Como MEIs contribuem para o INSS?

A contribuição feita por esses profissionais se dá pelo pagamento do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional), os microempreendedores e empresas vinculadas ao Simples Nacional participam de um regime de tributação diferenciado.

Dessa forma, as quantias destinados ao INSS são singulares e reduzidas, os prestadores de serviços efetuam o pagamento de tributos como o ISS no valor de R$5,00 e do INSS no valor de R$55,00.

Já os MEIs inscritos no comércio ou indústria pagam R$55,00 para o INSS e R$1,00 para o ICMS. E os inscritos em comércio e serviços pagam R$55,00 para o INSS, R$1,00 para o ICMS e R$5,00 de ISS.

Dessa forma eles podem dispor das assistências do INSS dentre elas o auxílio-doença, aposentadoria por idade ou por invalidez, salário-maternidade, pensão por morte e auxílio-reclusão.

Realizar o pagamento do DAS, garante que esses trabalhadores sejam segurados pela Previdência Social.

Ao efetuar os pagamentos corretamente o segurado garante que seus dependentes possam obter auxílio se for necessário, é o caso da pensão por morte.

Além disso, ele poderá garantir a possibilidade de aposentadoria pelo INSS. São vários os benefícios para os contribuintes, a modalidade MEI é a melhor alternativa para o trabalhador autônomo que vive na informalidade sem direitos assegurados.

Por onde os MEIs realizam os pagamentos?

Como mencionado, a contribuição é realizada via o DAS, ele pode ser adquirido pelo aplicativo MaisMei, o app disponibiliza os boletos referentes a arrecadação dos tributos para os microempreendedores individuais.

Pelo aplicativo é possível obter o número do código de barras para realizar os pagamentos de forma facilitada.

Além do aplicativo, é possível obter o documento de arrecadação pelo Portal do Empreendedor. Vale lembrar que a inadimplência pode desencadear na perca da seguridade oferecida pelo INSS.

Quem quiser se tornar MEI e sair da informalidade poderá realizar a abertura do CNPJ MEI pelo próprio Portal do Empreendedor.

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social.

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática:

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise.

Notícias Empresariais

ORGANIZAÇÃO - Pirâmide de Maslow: Conheça esse método para alcançar a organização financeira!

07/02/2023

Com toda a certeza, você já ouviu falar, de diversas maneiras, sobre como deve organizar suas finanças pessoais para que evite passar sufoco em determinado momento. Seja com a contratação de um consultor financeiro, à...

leia na integra

ENTENDA - Empresa pode controlar ida do trabalhador ao banheiro?

07/02/2023

Você já passou pela situação onde o seu chefe ficou reclamando de suas idas ao banheiro? Ou ao menos já ouviu alguma reclamação de que alguém passa tempo demais indo ao banheiro? Essa é uma...

leia na integra

REFORMA TRIBUTÁRIA - Sua empresa está a par das recentes medidas fiscais?

07/02/2023

Em matéria tributária, o novo governo, mesmo com pouco tempo de mandato, já soma bastante modificações e novidades que movimentaram o setor e impactam tanto na área fiscal quanto tributária de todas as...

leia na integra

TRABALHISTA - Fim da demissão sem justa causa está na pauta do judiciário

07/02/2023

Estima-se que, no primeiro semestre de 2023, o STF julgue a ação sobre a Organização Internacional do Trabalho (OIT). Muita polêmica e interpretações equivocadas têm surgido em torno de tal julgamento,...

leia na integra

REFORMA TRIBUTÁRIA - Reforma tributária reduz tributação sobre consumo dos mais pobres e eleva dos mais ricos, mostra estudo

07/02/2023

Um estudo realizado pelo Centro de Liderança Pública (CLP) mostrou que as propostas de reforma tributária do consumo, em discussão no Congresso Nacional, reduzem a carga para 96% dos brasileiros e eleva a renda de todos os...

leia na integra

Obrigado pela visita!

Copyright (c) 2017 - Todos os Direitos Reservados -