MEI: microempreendedores devem contribuir para o INSS?

Publicado em: 14 de outubro de 2021 | Categoria: Sem categoria

Os MEIs podem contribuir para a Previdência Social e assegurar diversas assistências previdenciárias que são disponibilizadas para aqueles que realizam os pagamentos mensais das contribuições exigidas pelo INSS.

Normalmente, os trabalhadores da modalidade CLT já efetuam esses pagamentos a automaticamente, isso ocorre por os valores serem deduzidos diretamente do salário bruto pago pelo empregador, por isso muitos MEIs ficam na dúvida na hora de contribuir.

Como MEIs contribuem para o INSS?

A contribuição feita por esses profissionais se dá pelo pagamento do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional), os microempreendedores e empresas vinculadas ao Simples Nacional participam de um regime de tributação diferenciado.

Dessa forma, as quantias destinados ao INSS são singulares e reduzidas, os prestadores de serviços efetuam o pagamento de tributos como o ISS no valor de R$5,00 e do INSS no valor de R$55,00.

Já os MEIs inscritos no comércio ou indústria pagam R$55,00 para o INSS e R$1,00 para o ICMS. E os inscritos em comércio e serviços pagam R$55,00 para o INSS, R$1,00 para o ICMS e R$5,00 de ISS.

Dessa forma eles podem dispor das assistências do INSS dentre elas o auxílio-doença, aposentadoria por idade ou por invalidez, salário-maternidade, pensão por morte e auxílio-reclusão.

Realizar o pagamento do DAS, garante que esses trabalhadores sejam segurados pela Previdência Social.

Ao efetuar os pagamentos corretamente o segurado garante que seus dependentes possam obter auxílio se for necessário, é o caso da pensão por morte.

Além disso, ele poderá garantir a possibilidade de aposentadoria pelo INSS. São vários os benefícios para os contribuintes, a modalidade MEI é a melhor alternativa para o trabalhador autônomo que vive na informalidade sem direitos assegurados.

Por onde os MEIs realizam os pagamentos?

Como mencionado, a contribuição é realizada via o DAS, ele pode ser adquirido pelo aplicativo MaisMei, o app disponibiliza os boletos referentes a arrecadação dos tributos para os microempreendedores individuais.

Pelo aplicativo é possível obter o número do código de barras para realizar os pagamentos de forma facilitada.

Além do aplicativo, é possível obter o documento de arrecadação pelo Portal do Empreendedor. Vale lembrar que a inadimplência pode desencadear na perca da seguridade oferecida pelo INSS.

Quem quiser se tornar MEI e sair da informalidade poderá realizar a abertura do CNPJ MEI pelo próprio Portal do Empreendedor.

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social.

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática:

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise.

Notícias Empresariais

ARTIGO TRABALHISTA - Final do pagamento das férias em dobro pelo STF

07/07/2022

Por meio de uma Ação de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF nº 501), o Supremo Tribunal Federal (STF) começou a avaliar a inconstitucionalidade da Súmula 450 do Tribunal Superior do Trabalho.  Até...

leia na integra

EMPRESAS - Para futuros empreendedores, indicações de franquias que estão em alta

07/07/2022

Aos que desejam adentrar o ramo do empreendedorismo, saibam que é possível começar com valores baixos e as possibilidades são diversas. Citamos aqui algumas opções que estão disponíveis para empreender...

leia na integra

MEI - Não entreguei a declaração anual do MEI, e agora o que fazer?

07/07/2022

Não tem escapatória. Todo mundo que é MEI precisa fazer a Declaração Anual do Simples Nacional — Microempreendedor Individual (DAS-SIMEI). No documento, o MEI deve informar para a Receita Federal o total de sua...

leia na integra

IR - Imposto de Renda: Senado aprova dedução de valores gastos com aluguel de imóvel

07/07/2022

A Comissão de Assuntos Econômicos, do Senado, aprovou um projeto de lei que permite a isenção de Imposto de Renda relativo aos ganhos com aluguéis de imóveis residenciais para pessoas físicas. A proposta,...

leia na integra

TRIBUTÁRIO - Redução na tributação sobre capital e aumento sobre o trabalho são mudanças observadas em novo estudo

06/07/2022

Um novo estudo provou que, dos anos 60 até hoje, houve aumento da tributação sobre o trabalho e redução da que incide sobre o capital. O movimento fez com que a tributação sobre os dois fatores convergisse...

leia na integra

Obrigado pela visita!

Copyright (c) 2017 - Todos os Direitos Reservados -