EMPRESARIAL – Cinco estratégias essenciais para prosperar durante a recessão

Publicado em: 08 de Maio de 2020 | Categoria: Sem categoria

Esses são tempos sem precedentes, e a maioria das empresas está sob estresse econômico extremo causado pela pandemia da Covid-19 e suas inúmeras implicações. Muitos empresários e equipes de gerenciamento estão, compreensivelmente, com medo. O problema é que a adoção de uma mentalidade baseada no receio muitas vezes leva a uma recessão vinda de dentro da empresa. Isso ocorre porque aqueles que operam a partir de uma posição de medo provocam mais contração do que crescimento.

A natureza humana nos programou para isso: lutar ou fugir. Quando estamos prontos para fugir e assumimos essa postura defensiva, fazemos isso para mitigar possíveis perdas e permanecer no controle. A questão, no entanto, é que essas são exatamente as ações que levarão as empresas a perder ou mesmo fracassar devido à queda de receita e demissões de funcionários.

Algumas empresas, por outro lado, não apenas sobrevivem às recessões, mas na verdade crescem nos tempos mais aparentemente inoportunos. Mas como? Por quê?

A diferença está no fato de que alguns empresários e equipes de gerenciamento veem a crise como um momento de oportunidade. E, quando você pensa sobre isso, toda crise tem um lado positivo, ou pelo menos no caso dos negócios, uma oportunidade que surge diante das adversidades.

A chave é não agir de maneira reacionária. Embora a reação instintiva possa ser diminuir operações de negócios e cortar custos sempre que possível, a redução indiscriminada de suas operações terá um impacto contraproducente.

As empresas que crescem em meio à crise econômica apostam em seus esforços com o entendimento de que, nesta fase crítica, serão necessários mais tempo, esforço e recursos para crescer. Você pode ter que trabalhar dez vezes mais para conseguir mais clientes. Mas, se você estiver disposto a isso, terá crescimento de clientela, enquanto seus concorrentes estão perdendo os deles e perdendo a equipe.

  1. Aumente seus esforços de marketing e publicidade

Líderes experientes sabem que marketing e publicidade eficientes impulsionam as vendas. Eles também sabem que durante uma recessão, a maioria das outras empresas, incluindo concorrentes, reduzirá seus gastos com marketing e publicidade. Oportunidade!

Este é o momento em que eles enfatizam campanhas de marketing e publicidade, para que saiam à frente de seus concorrentes que estão, ao mesmo tempo, cortando e levando seus negócios ao fracasso.

  1. Corte os últimos 20% da sua base de clientes

Isso não se aplica às empresas de comércio eletrônico, mas todas as outras devem prestar atenção. Parece impensável. Cortar clientes em um momento como este? Sim. E é isso que os líderes inteligentes fazem para prosperar. Todos nós temos clientes que demoram a pagar, são difíceis ou exigem uma quantidade desproporcional de recursos em relação à receita que geram. Corte esses clientes agora, porque se você aumentar seus esforços de marketing, atrairá novos negócios, que exigirão os mesmos recursos internos que estão sendo consumidos pelos clientes de baixo rendimento.

  1. Ofereça mais ajuda aos seus clientes

Faça uma lista dos desafios que seus clientes podem enfrentar durante a crise. Faça um brainstorming com sua equipe sobre como você, seus parceiros ou seus fornecedores podem ajudar os clientes a enfrentar melhor o momento turbulento. Entre em contato com seus clientes, pergunte a eles sobre seus desafios e ofereça ajuda.

Se houver algo que você possa fazer sem aumentar muito seus custos, ofereça-o gratuitamente. Cobre por qualquer coisa que exija esforço substancial, mas ofereça a entrega a um preço favorável ou com boas condições de pagamento.

  1. Melhore os processos operacionais e ofereça uma melhor experiência ao cliente

Você tem mais tempo livre agora. Use-o para melhorar seus processos internos e a qualidade de suas entregas, e criar um sistema para oferecer o melhor atendimento ao cliente da categoria. Se você quiser sair à frente depois deste momento complicado, precisará oferecer a melhor qualidade e atendimento ao cliente de uma maneira mais eficiente do que seus concorrentes. Isso reduzirá drasticamente a rotatividade e aumentará sua capacidade de atender mais.

Não sabe por onde começar? Ligue para seus clientes e peça que classifiquem seus produtos, serviços e atendimento ao cliente em uma escala de 1 a 10. Para cada resposta abaixo de 10, pergunte o que seria um 10. Colete respostas suficientes e depois se reúna com sua equipe para criar uma lista de coisas e projetos para melhorar. Isso garantirá que você possa ter sucesso na próxima etapa crítica.

  1. Mande embora seus piores funcionários, garantindo ao restante da sua equipe que você está comprometido com o bem-estar deles

Provavelmente, você mantinha alguns funcionários por precisar de toda a ajuda possível. No entanto, essas pessoas são de baixo desempenho: não convivem bem com os outros e têm muitos outros problemas. Agora é a hora de deixá-los trabalhar para a competição (é claro que você deveria ter feito isso há muito tempo, mas eu não julgo, já passei por essa situação).

Demita-os agora. Sua equipe e seus clientes ficarão melhores sem essas pessoas.

Depois, diga ao resto do time por que você fez isso e que você ama o resto da equipe e fará qualquer coisa, incluindo entrar no vermelho este ano, para mantê-los. Você precisa cumprir esta promessa: o futuro do seu negócio depende da confiança que sua equipe tem em você.

Notícias Empresariais

ECONOMIA - Caixa libera saque da 1ª parcela do auxílio a nascidos em maio

13/07/2020

Com um total de r$ 3,2 bilhões, o calendário para a retirada em dinheiro para o grupo de 4,9 milhões vai até o dia 18 de julho A Caixa libera nesta sexta-feira (10) o saque da primeira parcela do auxílio emergencial...

leia na integra

Mei - Como não acumular dividas na pandemia

13/07/2020

Desde a crise instaurada pelo avanço da pandemia do novo coronavírus, micro e pequenos empreendedores estão sofrendo com a queda de receita De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens,...

leia na integra

ECONOMIA - Receita alerta para retorno de obrigações adiadas na pandemia

13/07/2020

As empresas e os demais contribuintes devem estar atentos para o retorno de obrigações com o Fisco adiadas durante a pandemia do novo coronavírus. Tributos e declarações que haviam sido suspensos ou postergados voltam...

leia na integra

ECONOMIA - Abono Salarial do PIS pode pagar até R$ 2.090 para os brasileiros esse ano

10/07/2020

Uma boa novidade para quem não sacou o abono salarial do PIS/Pasep 2019. O governo reabriu o calendário de pagamentos para quem trabalhou em 2018 e não sacou o abono, no total 2,09 milhões de brasileiros ganharam uma nova...

leia na integra

ECONOMIA - Nascidos em maio podem sacar primeira parcela de auxílio emergencial

10/07/2020

Cerca de 400 mil beneficiários do auxílio emergencial, contemplados no terceiro lote do benefício, podem sacar hoje (10) os recursos da primeira parcela. O saque está liberado para os nascidos em maio. O auxílio,...

leia na integra

Obrigado pela visita!

Copyright (c) 2017 - Todos os Direitos Reservados -