ECONOMIA – Veja como solicitar o seguro-desemprego mesmo com as agências fechadas

Publicado em: 06 de Maio de 2020 | Categoria: Sem categoria

O governo federal estima que 200 mil brasileiros perderam o emprego durante a pandemia do novo coronavírus, mas ainda não solicitaram o seguro-desemprego já que as agências de trabalho estão fechadas para evitar a proliferação da Covid-19. Mas não é preciso esperar a reabertura das agências para pedir o benefício. Segundo o Executivo, é possível dar entrada no seguro-desemprego pela internet e pelo telefone.
Por isso, o Correio preparou um guia de como solicitar o benefício, que pode variar de R$ 1.045 a R$ 1.813, sem sair de casa. Veja:

Pelo telefone

O trabalhador pode solicitar o seguro-desemprego pela central telefônica 158
A central funciona das 7h às 19h e terá sua equipe ampliada nos próximos dias para atender o aumento de demanda que pode ser registrado durante a pandemia do novo coronavírus

Pelo celular

O trabalhador pode solicitar o seguro-desemprego pelo aplicativo da Carteira de Trabalho Digital
O app está disponível para iOS e Android e pode ser baixado gratuitamente

Pelo computador

O trabalhador pode solicitar o seguro-desemprego pelo portal de Serviços do governo federal e da Secretaria de Trabalho, através do link.

Acompanhamento

O trabalhador ainda pode acompanhar o processamento do seu pedido de seguro-desemprego no site do governo e no aplicativo da Carteira de Trabalho Digital. Ele também será informado sobre quantas parcelas e quais os valores do benefício de que terá direito, além das respectivas datas de pagamento, nesse canais virtuais.

Regras

O seguro-desemprego paga de três a cinco parcelas, que variam de R$ 1.045 a R$ 1.813 de acordo com o salário dos empregados, para os trabalhadores formais que foram demitidos sem justa causa.
O primeiro pagamento costuma acontecer entre 31 e 60 dias depois da solicitação. Depois disso, as parcelas são liberadas a cada 30 dias.
O recurso pode ser depositado direto na conta bancária do trabalhador ou sacado presencialmente. O saque pode ser feito nos terminas eletrônicos da Caixa e nas unidades lotéricas por meio do uso de Cartão Cidadão ou nas agências do trabalho mediante apresentação do documento de identidade, da carteira de trabalho e do requerimento de seguro-desemprego.

Notícias Empresariais

ECONOMIA - Caixa libera saque da 1ª parcela do auxílio a nascidos em maio

13/07/2020

Com um total de r$ 3,2 bilhões, o calendário para a retirada em dinheiro para o grupo de 4,9 milhões vai até o dia 18 de julho A Caixa libera nesta sexta-feira (10) o saque da primeira parcela do auxílio emergencial...

leia na integra

Mei - Como não acumular dividas na pandemia

13/07/2020

Desde a crise instaurada pelo avanço da pandemia do novo coronavírus, micro e pequenos empreendedores estão sofrendo com a queda de receita De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens,...

leia na integra

ECONOMIA - Receita alerta para retorno de obrigações adiadas na pandemia

13/07/2020

As empresas e os demais contribuintes devem estar atentos para o retorno de obrigações com o Fisco adiadas durante a pandemia do novo coronavírus. Tributos e declarações que haviam sido suspensos ou postergados voltam...

leia na integra

ECONOMIA - Abono Salarial do PIS pode pagar até R$ 2.090 para os brasileiros esse ano

10/07/2020

Uma boa novidade para quem não sacou o abono salarial do PIS/Pasep 2019. O governo reabriu o calendário de pagamentos para quem trabalhou em 2018 e não sacou o abono, no total 2,09 milhões de brasileiros ganharam uma nova...

leia na integra

ECONOMIA - Nascidos em maio podem sacar primeira parcela de auxílio emergencial

10/07/2020

Cerca de 400 mil beneficiários do auxílio emergencial, contemplados no terceiro lote do benefício, podem sacar hoje (10) os recursos da primeira parcela. O saque está liberado para os nascidos em maio. O auxílio,...

leia na integra

Obrigado pela visita!

Copyright (c) 2017 - Todos os Direitos Reservados -